MENU

Natal terá voo para Cabo Verde em outubro, que fará conexão com a Europa

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
O governador Robinson Faria e o secretário de Estado do Turismo Ruy Gaspar receberam o diretor da companhia Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), José Luiz Nogueira. 
O empresário veio anunciar que em outubro desse ano a companhia aérea que já opera voos em Fortaleza e Recife, terá um voo semanal partindo de Natal com destino à Ilha do Sal (Cabo Verde). De lá, o Hub da TACV poderá fazer conexões para cidades da Europa como Paris (França), Lisboa (Portugal), Amsterdã (Holanda) e Bérgamo (Itália). 
"Todo voo que significar o fomento do nosso destino turístico, assim como também ampliação para outros mercados será bem-vindo", disse o governador. Segundo Nogueira, a expectativa com esse novo voo é transformar Cabo Verde num centro de conexões para a Europa e com tarifas competitivas. O valor anunciado é de US$ 370 dólares ida e volta. "Estamos sempre em contato com Ruy Gaspar em busca de apoio e sabemos que agora é o momento", disse o diretor da TACV. O secretário de Turismo, Ruy Gaspar aproveitou a reunião para falar das estratégias de divulgação do destino turístico Natal em mercados ainda pouco explorados, como a França, por exemplo. Fotos: Rayane Mainara 

Estamos no Instagram

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
Confesso que há tempos tinha conta no Instagram, mas pouco usava esta importante rede social. A partir de agora você, que também está por lá, vai encontrar, vez em quando, notícias deste blog.
Adiciona a gente: João Maria Freire.João
De cara, tem logo um ipê, a coisa mais bonita.

"Maninho" Palhano pode vir a dirigir a Central do Cidadão de São José de Mipibu

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
A edição do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, 3, traz a autorização, assinada pelo governador Robinson Faria, da cessão de Francisco José Palhano Silva, Motorista, do Quadro Geral de Pessoal do Estado, lotado  na Secretaria da Saúde Pública (SESAP), para ter exercício na Secretaria da Justiça e da Cidadania (SEJUC). Pode ser o primeiro passo para que Maninho Palhano, como é mais conhecido, venha a dirigir a Central do Cidadão de São José de Mipibu. A nomeação teria o aval do prefeito Arlindo Dantas e do Vice-Governador, Fábio Dantas. 
Recentemente reformada, numa parceria entre o Governo do Estado e a prefeitura local, a Central do Cidadão estará em boas mãos, caso Maninho de fato venha a assumir a direção do órgão.
O Governo do Estado está empenhado em resgatar os serviços de excelência que já foram a marca registrada da Centrais do Cidadão espalhadas por todo o Estado e que hoje se encontram praticamente sucateadas.    

Governador afirma que RN ficará com o hub da TAM se decisão não for política

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
Após se reunir com executivos da TAM, que vieram ao RN saber o que o Estado pode oferecer para sediar o hub da empresa, o governador Robinson Faria afirmou que o Estado tem todas as condições de vencer a disputa com os Estados de Pernambuco e Ceará, que também almejam o investimento, tido como o mais importante da presente década para alavancar a economia local. "A gente só perde a disputa se a decisão não for técnica, mas política", disse o governador.
Eu estive no final de semana em Fortaleza e pude ver como os cearenses estão empenhados na luta pelo empreendimento. Até durante os shows artísticos do São João, na Praia do Futuro, na capital cearense, os artistas faziam a campanha abertamente pela conquista do hub.
Esta semana, coincidindo com a vida da comitiva da empresa, o governo do RN lançou uma campanha de mobilização e tem usado as redes sociais, conclamando a população a ser somar à luta, embora caiba mesmo ao governo fazer os investimentos que a TAM exige, como por exemplo, concluir os acessos ao novo aeroporto.
À comitiva, Robinson garantiu que até dezembro deste ano entrega o acesso-sul e que até o ano que vem - podendo antecipar o prazo - entrega o acesso-norte. Segundo ele, os executivos gostaram das garantias datas pelo governo potiguar. 
O hub da TAM poderá representar a geração de aproximadamente 20 mil novos empregos diretos, quando estiver em pleno funcionamento.   

CAERN anuncia rodízio de água em 20 cidades potiguares

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
Chegando release no qual a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte - CAERN anuncia o rodízio de abastecimento em 20 cidades no RN. 
O fornecimento de água  em dias alternados tem o objetivo principal de economizar e prolongar por mais tempo a disponibilidade da água nos mananciais.
No Alto Oeste do Estado, as cidades de Coronel João Pessoa, Frutuoso Gomes, Lucrécia, Marcelino Vieira, Martins, Pau dos Ferros, Portalegre, Riacho da Cruz, São Francisco do Oeste, Venha Ver Viçosa e comunidades, estão com o abastecimento funcionando de maneira alternativa. 
Já na região seridoense serão afetadas as cidades de Acari, Bodó, Caicó, Cerro Corá, Currais Novos, Equador, Florânia, Lagoa Nova e São Vicente.

Mães que trabalham fora tem filhos mais educados e independentes

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
Corta o coração da mãe que trabalha fora a hora de sair de casa e só voltar no final do expediente, deixando os filhos sob os cuidados de empregadas ou familiares.
Mas, para estas mães, há compensações, somente sentidas no futuro. 
Acaba de sair o resultado de uma pesquisa, feita pela Universidade de Oxford, que mapeou por décadas famílias de dois grupos. Um, com mães que trabalhavam fora o dia todo e outro com mães que não trabalhavam e, por isso, passavam o dia com os filhos. O mapeamento durou anos, até que se verificasse o resultado prático, após a análise dos grupos. 
O que se verificou foi que os filhos de mães que trabalhavam fora se tornaram jovens e adultos mais educados e independentes. Estas pessoas eram capazes de tomar iniciativas conscientes e independentes e demonstravam facilidade de relacionamento social.
Já os filhos que cresceram ao lado das mães se tornaram adultos dependentes e inseguros, sempre precisando recorrer ao auxílio materno na hora de tomar decisões.
Portanto, para as mamães que trabalham fora, ao menos fica esta expectativa de futuro.
Serve para você, minha amiga Renata. 

Mercado de trabalho: às vezes funciona assim

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
As redes sociais tem umas coisas meio sem graça, pura perda de tempo mas, garimpando-se, de vez em quando encontra-se reflexos do mundo real, embora envoltos numa áurea de humor.
Encontrei, outro dia, o registro acima.
Faz uma alusão, meio irônica, ao envio de um currículo, em busca de emprego, por uma jovem muito bem dotada fisicamente, mas de formação escolar quase nenhuma.
A jovem, após justificar a necessidade do trabalho, anexa uma foto, quase do mesmo tamanho do texto do currículo, exibindo-se somente de biquíni, a mostrar seus dotes - e que dotes.
Na resposta do empregador, ele deixa claro estar pouco se lixando para as "competências" da pretendente, seja do ponto de vista escolar, seja do ponto de vista profissional e vai logo informando que a moça está devidamente contratada e que já deve comparecer ao local do trabalho no dia seguinte. 
Quanto aos drásticos erros de gramática, expostos pela pretendente ao emprego - o que já de cara, em situações normais, a reprovaria de pronto - ele a tranquiliza, informando que o "word faz a correção automática".
Qualquer pessoa, lendo a brincadeira, pode até pensar que se trata de algo surreal, que jamais aconteceria na vida real.
Mas, por incrível que pareça, no mundo do trabalho, por aí afora, é só o que acontece.

Clientes ainda tem receio de fazer operações bancárias pelo celular ou computador

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
De acordo com pesquisa realizada pela Kaspersky Lab e B2B International, mais da metade (54%) dos internautas acredita que os pagamentos realizados de forma offline são mais confiáveis do que online.
A pesquisa mostra que um número significativo de usuários (49%) se sentem vulneráveis ao realizar transações financeiras online. Além disso, metade (54%) acredita que os pagamentos realizados de forma offline são mais confiáveis do que os online e 46% concordaram que as tradicionais ‘bocas de caixa’ dos bancos são mais seguras do que suas plataformas digitais.
O especialista em segurança da informação, Rodrigo Jorge, explica que uma das maneiras mais fáceis que os criminosos encontram para invadir contas bancárias online é se passando por proprietários da conta. Ele explica que isto pode ser feito obtendo informações da conta ou criando páginas de phishing que levam os usuários a inserirem seus logins e senhas. 
Outra maneira é interceptando dados de usuários com um trojan bancário que invade o computador quando eles entram em páginas legítimas do banco. “Computadores tradicionais e dispositivos móveis são vulneráveis a estes ataques”, afirma.
A pesquisa mostra que, mesmo com receio, a maioria dos usuários realizam pagamentos online: 79% dos entrevistados usam seus desktops ou laptops para pagamentos online, 52% usam seus tablets e 45% usam seus smartphones. 
Além disso, 12% dos proprietários de Smart TVs admitiram já ter usado suas televisões para tais operações. Ainda de acordo com a pesquisa, 20% dos usuários não fazem nada para proteger seus dados financeiros online.
A ‘boca de caixa’ é a saída para esses clientes receosos que têm medo de serem vítimas de fraudes online, e isso força os bancos a investirem mais de seus recursos em outras plataformas. 
“A saída é que os bancos invistam em tecnologia para garantir um ambiente online seguro e adotar meios digitais para reduzir o risco dos clientes descuidados que utilizam o banco presencialmente”, diz Rodrigo e acrescenta que a solução é uma plataforma de proteção em várias camadas projetadas especificamente para bancos, que proteja os dados financeiros em dispositivos de clientes, aumentando assim a fidelidade do usuário e reduzindo as chances do banco ter que investigar incidentes, pagar indenizações ou restaurar sua reputação depois de uma falha de segurança.

Medicamento para diabéticos ajuda obesos a perderem peso, diz estudo

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
O Liraglutide, um medicamento injetável para diabéticos aprovado no ano passado nos Estados Unidos para a redução de peso, ajudou os obesos a perder uma média de 8 quilos em pouco mais de um ano, de acordo com um estudo publicado no periódico The New England Journal of Medicine.
A maioria dos pacientes conseguiu evitar o ganho de peso durante as 56 semanas de duração do estudo do fármaco denominado Saxenda, do laboratório Novo Nordisk, segundo a pesquisa.
Os testes com Liraglutide foram realizados em 191 cidades de 27 países na Europa, Américas do Sul e do Norte, Ásia, África e Austrália. Os indivíduos estudados eram maiores de 18 anos e tinham um Índice de Massa Corporal (IMC) igual ou acima de 30 – o IMC considerado saudável na maioria dos casos está entre 19 e 25.
Das 3.731 pessoas incluídas no estudo, quase dois terços receberam a droga junto com um treinamento para melhorar os hábitos de vida. O restante também melhorou os hábitos, mas recebeu um placebo. Nem os pacientes nem os médicos tinham conhecimento de quem estava tomando o medicamento.
Entre os que receberam o Liraglutide, foi ministrada uma dose maior do que a prescrita para os pacientes diabéticos (1,8 mg). A medicação foi injetada diariamente.
O grupo que consumiu o placebo perdeu uma média de 2,72 kg, enquanto aqueles que ingeriram o medicamento perderam, em média, três vezes.
Pelo menos 63% dos pacientes que consumiram a droga perderam pelo menos 5% de seu peso corporal, contra apenas 27% do grupo com placebo.
Entre os efeitos colaterais, estão dores gastrointestinais, cálculos biliares e um leve aumento no risco de câncer de mama. Os pesquisadores alertam que mais estudos são necessários no caso deste último.
O Liraglutide foi usado em doses menores para tratar o diabetes nos últimos anos, e alguns pacientes perceberam que o remédio ajuda na perda de peso. Cerca de 35% dos adultos americanos - pelo menos 100 milhões de pessoas - têm algum tipo de obesidade.
Alerta: nenhum medicamento deve ser ingerido sem a devida prescrição médica.

Ronda Escolar e PROERD integram ações de segurança pública, diz governo

SEXTA-FEIRA
3 JULHO
Referência em todo o país, o Proerd do Rio Grande do Norte representa em sua atuação em conjunto com a Ronda Escolar importante iniciativa do poder público estadual na prevenção às drogas e na proteção a alunos, professores e comunidade. 
Prevenção que é a mais eficaz ação para evitar a marginalização de adolescentes e jovens e garantir a inclusão social pelas vias da educação. 
Criado há 30 anos no Brasil e existente há 13 no Rio Grande do Norte, o Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas) foi institucionalizado através da criação em 2008 da Cipred (Companhia Independente de Prevenção às Drogas) da Polícia Militar. 
A Cipred, que compreende no RN as atividades do Proerd e da Ronda Escolar, comandada pelo tenente-coronel Arthur Emílio Monteiro de Araujo, é a única companhia de polícia no Brasil que desenvolve suas atividades com exclusividade no atendimento as escolas públicas e privadas. 
As atividades do Proerd são desenvolvidas dentro e fora da sala de aula, e atendem a alunos, professores, responsáveis pelos alunos e comunidade em geral. 
São atividades de natureza social preventiva e educativa, nas quais o policial fardado está nas escolas públicas e privadas desenvolvendo, uma vez por semana, em sala de aula, os currículos preparados exclusivamente para o Proerd levando em consideração no nível de escolaridade e a faixa etária do aluno. 
O programa atende a educação infantil com o currículo “Segurança Pessoal”; o aluno do 5º ano do ensino fundamental com o currículo “Caindo na real para crianças”; ao aluno do 7º do ensino fundamental com o currículo “Caindo na real para adolescentes”; e aos pais de alunos e responsáveis com o “Currículo comunitário”. Cada currículo tem uma carga horária e metodologia específicas. Após a aula, o policial do Proerd permanece na escola ou em seu entorno fazendo o policiamento ostensivo e preventivo. 
Nas sextas-feiras, o policial do Proerd desenvolve o trabalho “Segurança começa na escola, voltado para as escolas públicas e privadas que necessitam de uma maior atenção de prevenção. Trabalho que envolve todas as turmas das escolas atendidas. “São trabalhos que funcionam como autênticos mutirões com palestras e apresentações teatrais voltadas para a cidadania e levando em consideração a realidade de cada escola”, ressalta a tenente-coronel Margarida Brandão Fernandes, coordenadora do Proerd no RN. 
O êxito do Proerd e da Ronda Escolar está relacionado com o fato de que essa integração entre a Segurança e Educação é feita com a presença de policiais militares devidamente especializados para a execução de atividades dentro do ambiente da escola. Policiais que não se apresentam com uma imagem repressiva, mas como profissionais que podem ajudar no bem estar dos alunos, na inclusão e na paz social. “Os policiais do Proerd e da Ronda Escolar são autênticos mediadores e agentes da paz”, diz a tenente-coronel Margarida Brandão, que é também membro eleito da Câmara Técnica Nacional de Políticas Públicas sobre o Proerd. 
O Proerd conta hoje com 115 policiais devidamente especializados na área educacional, vários desses com cursos de pós-graduação – mestrado e doutorado. 
Por seu avanço e efetividade, o Rio Grande do Norte tem hoje um dos três centros de capacitação nacional com a responsabilidade de formar policiais para o Proerd e Ronda Escolar em nível nacional. Forma diretamente os policiais das regiões do Norte e Nordeste. 
O Proerd atende a 52 municípios do Rio Grande do Norte e marca presença em muitos outros através da realização de seminários, workshops em ações preventivas e capacitações, voltadas para professores, agentes de saúde, e agentes de prevenção. São iniciativas feitas em parceria com o Ministério Público através da Promotoria Itinerante. 
O programa também atende as forças armadas com o curso de “Bem estar e qualidade de vida”, e faz palestras em indústrias, igrejas e restaurantes. O Proerd faz parte de rede integrada ao Ministério da Justiça através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e da Secretaria de Políticas Públicas sobre Drogas (Senad), e é patenteado pelos policiais militares do Brasil. A Ronda Escolar, criada no ano de 2010 pelo Governo do RN, surgiu para apoiar as ações de prevenção nas escolas de forma mais ostensiva. Conta hoje com 98 policiais e atende aos municípios de Natal, Parnamirim, Caicó e Currais Novos. 
São devidamente capacitados em mediação de conflitos e policiamento escolar, e preparados para lidarem com crianças e adolescentes. Policiais que fazem cursos de qualificação duas vezes por ano. A Ronda Escolar conta com 11 veículos, no início eram 15. O Policial da Ronda Escolar tem um raio de atuação maior que o do Proerd por estar motorizado. Trabalha de segunda a sexta-feira nos turnos de funcionamento das escolas – matutino, vespertino e noturno, e também nos eventos extras no final de semana. 
A presença da Ronda Escolar atende a comunidade escolar de maneira ampla, envolvendo paradas de ônibus, as vias de acesso à escola e os estabelecimentos comerciais. Por ter que atender a várias escolas públicas afastadas dos centros urbanos e das comunidades maiores, a Ronda Escolar chega a ser a única presença policial em algumas áreas. 
“Existem áreas que são pouco patrulhadas em função das demandas dos grandes centros, mas a viatura da Ronda Escolar penetra em todos os recantos em função de suas rotas que são feitas de acordo com a localização das escolas”, informa o tenente Willame Barbosa. 
A visão da Educação, principal parceira da Polícia Militar no Proerd e na Ronda Escolar, é de reconhecimento sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido. 
Na solenidade de formatura do Proerd em Natal, em evento ocorrido no Centro de Convenções no dia 8 do mês de junho, o secretário da Educação do RN, professor Francisco das Chagas Fernandes, parabenizou a equipe do programa pelo trabalho feito no primeiro semestre nas escolas participantes e afirmou a importância do Governo do RN continuar avançando em sua ampliação. O subcoordenador do Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos, órgão governamental vinculado a Secretaria da Educação do RN, professor João Maria Mendonça de Moura, observa o Proerd como fator importante na melhoria da convivência escolar e, consequentemente, no desempenho do ensino/aprendizagem. 
“A escola que tem o Proerd melhora o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), melhora o relacionamento dos alunos no ambiente escolar e em seus convívios sociais, melhora suas relações familiares, e diminui a repetência, o abandono e a evasão. Essas constatações têm o rigor científico e estão presentes em pesquisas e teses acadêmicas feitas”, afirma João Maria Mendonça. 
O próprio desempenho do Proerd foi medido pela Fundação Getúlio Vargas, lembra a tenente-coronel Margarida Brandão, que fez pesquisas na execução do programa em três estados da federação, Rio Grande do Norte, Paraná e Minas Gerais. “O nosso estado foi destaque e referência para todo o Brasil. E isso aconteceu devido a configuração que reúne de forma complementar o Proerd e a Ronda Escolar, com destaque para o emprego otimizado do policiamento”, completa Margarida Brandão. (Fonte: Governo do RN)

Bernardo está fora do Vasco

QUINTA-FEIRA
2 JULHO
Com o mercado de trabalho cada vez mais exigente, o empregado precisa primar pelo profissionalismo, envolvendo ai, também, o aspecto disciplinar e das relações humanas. A lógica se aplica a todos os setores. Os tempos estão mudando a velocidades cada vez mais constantes.
Veja este caso no futebol.
Bom jogador, mas com problemas dentro e fora do campo, Bernardo está fora do Vasco. Decisão foi anunciada pelo presidente Eurico Miranda. Contrato do jogador vai até dezembro. "Vamos continuar tentando ajudá-lo da melhor maneira possível, mas no Vasco ele não joga mais", disse Eurico, entre uma baforada e outra de seu já tradicional charuto.

Crise no setor automotivo já fechou quase 500 revendedoras e demitiu mais de 12 mil trabalhadores

QUINTA-FEIRA
2 JULHO
Quem não tem nada a ver com isso precisa se manter informado, a fim de saber em que país está vivendo e se prevenir, afinal a crise vai margeando em todos os setores.
No setor automotivo, por exemplo, nada menos que 12 mil postos de trabalho foram fechados. Ponha aí três pessoas, em média, por cada desempregado e se terá a dimensão de quantas pessoas acabam atingidas diretamente, fora as que são afetadas indiretamente.
Até o final do ano, estimativas apontam para 20 mil o número de demissões, só nas concessionárias. 
Em todo o país, 492 revendedoras foram fechadas, por um motivo simples: o brasileiro não está comprando carro novo e os veículos que saem de fábrica acabam encalhando, sem falar que as fábricas também pararam de produzir, também, desempregando milhares de trabalhadores.
Como este segmento acaba afetando outros segmentos, a quebradeira vai atingindo outras pessoas, outros setores.   

Mega-Sena acumula e pode pagar mais de R$ 11 milhões no sábado

QUINTA-FEIRA
2 JULHO
Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do concurso 1.718 da Mega-Sena, realizado na noite de quarta-feira (1º), em Osasco, na Grande SP. Com isso, o próximo sorteio, no sábado (4), pode pagar um prêmio de R$ 11,5 milhões.
Foram sorteados os números 04 – 30 – 31 – 32 – 47 – 53. A sequência 30, 31 e 32 foi mortal.
Apesar de ninguém ter acertado as seis dezenas, 49 apostadores acertaram a quina e receberão R$ 41.257,55 . Outros 3.197 fizeram a quadra e ficarão com R$ 903,35.
A aposta mínima, de seis número, é de R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer uma das mais de 13 mil lotéricas do país.

Cunha manobra e aprova maioridade penal sob nova versão

QUINTA-FEIRA
2 JULHO
O presidente da Câmara dos Deputados, o evangélico Eduardo Cunha, mostra que não está para brincadeira. O homem já é um dos mais temidos políticos da história do Brasil. Muitos alertam que, se o povo não tomar cuidado, o bicho vai pegar e Cunha pode ainda aprontar, e muito.
Vinte e quatro horas depois de ver rejeitada a redução da maioridade penal para crimes hediondos e graves, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), conseguiu aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) mais branda costurada por ele com seus aliados.
Após uma manobra apelidada pelos deputados governistas de “pedalada regimental” e mais de cinco horas de discussão sem manifestantes, mas com direito a dedos em riste e medidas procrastinatórias por parte dos partidos da base do governo, os parlamentares aprovaram por 323 votos a favor, 155 contra, duas abstenções e quatro obstruções a proposta que determina que jovens com mais de 16 e menos de 18 anos sejam punidos como adultos quando praticarem crimes hediondos, homicídio doloso (com intenção de matar) e lesão corporal seguida de morte.
O texto também determina que os criminosos desta faixa etária cumprirão pena em unidades específicas que devem ser construídas por União e Estados. Cunha articulou a solução com seus aliados ainda na madrugada de ontem. Líderes do PSD, do PHS e do PSC apresentaram a emenda que excluía dos crimes passíveis de redução da maioridade tráfico, roubo com causa de aumento de pena, terrorismo e lesão corporal grave, como previa o texto rejeitado ontem por ter atingido apenas 303 votos. Por se tratar de uma PEC, eram necessários 308 votos. (Com informações do Globo.com)

Fecomércio recebe comitiva alemã para consolidar parceria no setor turístico

QUINTA-FEIRA
2 JULHO
O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, recebeu na terça-feira uma nova comitiva de empresários e autoridades alemãs em mais uma ação para operacionalizar parcerias que ampliem e melhorem o trabalho desenvolvido pela instituição no segmento de Turismo. 
No encontro, foram aprofundados entendimentos para viabilizar parcerias entre o Rio Grande do Norte e os estados alemães da Renânia Palatinado e de Baden-Württemberg.
O grupo foi recepcionado na sede da Federação pelo presidente Marcelo Queiroz; acompanhado do diretor executivo da Fecomércio, Marcus Guedes; do diretor regional do Senac, Fernando Virgílio; da diretora de educação profissional do Senac, Lucinete Araújo; da diretora regional do Sesc, Jeane Amaral; e do secretário adjunto de Turismo do Rio Grande do Norte, Manuel Gaspar. (Fonte e foto: Ascom/Fecomércio)