MENU

Moro vai ao Senado nesta quarta para explicar diálogos

QUARTA-FEIRA
19 JUNHO
Cada dia a situação deste ministro fica mais insustentável. A expectativa é grande para o que ele vai dizer aos senadores, apesar de o cara ser bom de papo. 
Está marcada para as 9h desta quarta-feira 19 uma sabatina do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Pouco mais de dez dias após o site The Intercpt vazar os primeiros diálogos que o envolvem, o ministro responderá a perguntas de parlamentares, em audiência na qual é esperada ampla presença da oposição.
Ao anunciar a ida de Moro à Casa, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que essa será “uma oportunidade para os senadores terem acesso a todas as respostas que julgarem necessárias”. Na terça, a CCJ também aprovou que Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato, seja convidado a depor – em data ainda não definida.
Nesta quarta, Moro terá trinta minutos para apresentar sua versão sobre os vazamentos, antes que a sessão seja aberta para perguntas. Cada senador inscrito terá cinco minutos para fazer seu questionamento e Moro contará com o mesmo tempo para responder. Na sequência, os parlamentares terão dois minutos para réplica.


PM’s e bombeiros entram em acordo com Governo e suspendem paralisação

SEGUNDA-FEIRA
17 JUNHO
Após reunião entre membros do Governo do Estado e representantes dos sindicatos dos policiais militares e bombeiros foi encerrada no fim da tarde desta segunda-feira, 17, a paralisação que ocorria desde o inicio da manhã.
De acordo com Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), foram pactuados alguns pontos de negociação e em assembleia a categoria decidiu suspender a paralisação.
Confira o que foi acordado:
-Criação de um grupo de trabalho para negociar a reposição salarial
-Encaminhamento do Projeto de Lei até setembro de 2019 com o reajuste a começar ser implantado em Março de 2020
-Implantação em julho de 2019 das promoções e níveis atrasados
-Priorização de salários para a Segurança
-Negociação (no grupo de trabalho do item 1) sobre o pagamento do retroativo das promoções
-Anistia de punições do movimento

Irmãos bons de bola em decisão nesta terça-feira, na Arena das Dunas

SEGUNDA-FEIRA
17 JUNHO
Os irmãos Geovani e Jefinho vão representar a cidade de São José de Mipibu na final do campeonato estadual Potiguar sub 15 nesta terça-feira, 18, a partir das 15 horas no estádio Arena das Dunas, em Natal. Eles estão jogando no Santa Cruz de Natal do empresário João Kebra Osso. A final será contra o sub 15 do ABC FC.
Os irmãos são filhos do meu amigo Frank Silva. 

Amauri Freire é homenageado com nome em espaço na Casa de Cultura em São José

QUINTA-FEIRA
13 JUNHO
Justa homenagem. Aliás, homenagens devem ser prestadas em vida. Amauri Freire sempre foi um abnegado pela Cultura de São José de Mipibu. Destacamos a notícia divulgada pela Assessoria de Comunicação da prefeitura da cidade. Confira. 

A Prefeitura Municipal de de São José de Mipibu, por ocasião da programação de entrega de escolas reformadas e ampliadas, evento realizado na última semana de maio, entregou à população mipibuense a Casa de Cultura, espaço que guarda registros dos aspectos históricos, sociais e econômicos do Município.
Durante a solenidade a secretária Municipal de Cultura, Mariana Dantas, homenageou o ex-vereador e folclorista Amauri Freire, pela contribuição dada à cultura imaterial do povo mipibuense.
Localizada no centro da cidade, a Casa de Cultura descortina retalhos da origem e do cotidiano do povo de São José de Mipibu, com mostras de eventos culturais que narram a evolução da sociedade mipibuense.
A solenidade presidida pelo prefeito Arlindo Dantas foi prestigiada pela deputada estadual Cristiane Dantas, que foi recepcionada pelo chefe do Executivo, o vice-prefeito Zé Figueiredo, vereadores e secretários municipais.
De acordo com a secretária Mariana Dantas, a Casa de Cultura, dentre outras finalidades vai por meio do turismo difundir a história do Município, construída com os aspectos religiosos, sociais, econômicos e políticos.
Distante 30 KM de Natal, São José de Mipibu descortina importante cenário cultural, com casarões, engenhos e uma rica história da política potiguar. Na fazenda Belém, localizada na margem esquerda da BR 101, no sentido São José de Mipibu – Natal, no ano de 1817 o então coronel Jerônimo de Albuquerque Maranhão esteve em missão oficial, onde naquela oportunidade, na casa grande da fazenda se encontrava dormindo o presidente da Capitania do Rio Grande, José Inácio Borges, que foi cercado e preso sob o comando de André de Albuquerque Maranhão, que de imediato destituiu o governante e determinou sua saída da então capitania do Rio Grande para o estado de Pernambuco.
Ainda no aspecto político Mariana Dantas ressalta a figura de Miguel Ribeiro Dantas, que pertenceu ao Partido Conservador da época, tornando-se vereador por algumas vezes, sendo ainda Juiz Ordinário, e, em 18 de março de 1877, por decreto imperial, recebeu o título nobiliárquico de Barão de Mipibu. Na atividade econômica o Barão cultivou a cana-de-açúcar para a produção de açúcar mascavo e derivados, gerando sua considerável fortuna. Realizou, também, inúmeras benfeitorias para a sua cidade São José de Mipibu. Mandou construir e doou à cidade o prédio onde funcionou a Casa de Instrução, que, logo após a sua morte, em homenagem póstuma, o prédio passou a se chamar Grupo de Ensino Barão de Mipibu, atualmente Escola Estadual Barão de Mipibu. Miguel Ribeiro Dantas faleceu em 14 de junho de 1881, seus restos mortais estão sepultados no cemitério local.
Outro destino cultural que será apresentado é a fazenda Olho D’água, berço da família do patriarca português, o capitão Miguel Antonio Ribeiro Dantas. Em 1733 o português Miguel Ribeiro Dantas, por meio de uma sesmaria requereu junto ao estado de Pernambuco uma gleba de terra na então Vila de São José do Rio Grande, hoje São José de Mipibu, onde está inserida a fazenda Olho D’água. No ano de 1774 Miguel Ribeiro iniciou a construção da casa sede da fazenda, que no ano de 1861 recebeu sua primeira reforma. Após o falecimento do patriarca Miguel Antonio Ribeiro Dantas a propriedade foi herdada por Joaquim Silvino Ribeiro Dantas, passando posteriormente para João Berckmans Dantas..
No aspecto religioso o destaque vai para a Igreja Matriz de Sant’Ana e São Joaquim, berço de vocações, que com seu estilo barroco e imagens centenárias se apresenta atualmente como sendo o mais importante cartão de visita da cidade. A religiosidade foi o primeiro passo dado na evolução social e intelectual do povo oriundo da tribo indígena Mopebu.
São José de Mipibu é um município no estado do Rio Grande do Norte, distante 30 km de Natal. Mipibu é uma palavra de origem Tupi que significa surgir subitamente. Em 1630 existia um aldeamento no território, cujo nome era Mopebu, o maior, mais populoso e o principal entre as seis aldeias da Capitania do Rio Grande do Norte. Os primeiros habitantes da região foram índios Tupis, que se localizaram nas proximidades do rio Mipibu, que recebeu esse nome por surgir de repente na famosa Fonte da Bica e percorrer por quatro quilômetros, até desaguar no rio Trairi. Esse legado cultural torna mais rico e autêntico o trabalho desenvolvido pelos artesãos mipibuenses. (Fonte: Assessoria de Comunicação). 

Colégios particulares de SP vão parar na sexta-feira

QUINTA-FEIRA
13 JUNHO
Ao menos 33 colégios particulares de São Paulo vão ter as atividades suspensas ou interrompidas parcialmente na sexta-feira, 14, em adesão à greve geral no País contra a reforma da Previdência. 
Em assembleia, professores e estudantes dessas unidades aprovaram a participação na paralisação.
Segundo o Sindicato dos Professores de São Paulo (Sinpro-SP), entre os colégios que já aprovaram a greve estão o Equipe, Oswald de Andrade, Notre Dame, Escola da Vila, São Domingos, Vera Cruz e Santa Cruz. Em alguns deles, as atividades só serão suspensas em um período ou para alguma etapa de ensino.
O Colégio Santa Cruz, no Alto de Pinheiros, zona oeste da capital, diz que os professores decidiram participar da greve, aderindo de forma parcial. Por isso, as aulas estão mantidas.
Já no colégio Equipe, em Higienópolis, no centro da capital, a direção enviou aos pais uma carta nesta terça-feira, 11, comunicando a adesão dos professores e funcionários e a suspensão das aulas nesta sexta. A reposição do dia letivo já foi marcada para o dia 29 de julho.
“Entendemos que o papel social desta escola ultrapassa os muros da nossa instituição, assim, nos vemos mobilizados a defender a educação em contextos mais amplos, de forma política, democrática e suprapartidária”, diz carta enviada pelos professores.
Dentre os pontos que discordam da proposta da reforma previdenciária enviada ao Congresso, está o fato de que os professores deixarão de ter reconhecida uma aposentadoria especial.
A escola de educação infantil Jacarandá, no Pacaembu, decidiu pela suspensão das aulas sob a justificativa de que a greve de várias categorias, como bancários e trabalhadores dos transportes públicos, “compromete as possibilidades de deslocamento na cidade e a segurança de todos”.
Luiz Barbagli, presidente do Sindicato, disse que mais escolas devem paralisar as atividades. “Muitos professores ainda estão fazendo assembleia e se organizando para enviar cartas aos pais e à direção dos colégios para informar a decisão. Parar as atividades em escola particular nunca é fácil, mas entendemos que é necessário diante dessa situação”.
Além de protestar contra a proposta da reforma da Previdência, os professores também incluíram na pauta críticas à política de educação do governo Jair Bolsonaro, como o bloqueio orçamentário, corte nas bolsas de pós-graduação e ataques às universidades federais.
Rede pública
Os professores das redes municipal e estadual de São Paulo também estão mobilizados para paralisar as atividades das escolas públicas na sexta-feira.

UFRN oferece bolsas no exterior na modalidade Estágio de Doutorado Sanduíche

QUARTA-FEIRA
12 JUNHO
A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) torna público o edital de seleção para bolsas no exterior, na modalidade Estágio de Doutorado Sanduíche para alunos de doutorado dos cursos de Ecologia, Neurociências, Psicobiologia e Psicologia. 
As bolsas concedidas estão dentro do tema Evolução, Cognição e Comportamento.
Na modalidade de Doutorado Sanduíche no exterior, alunos que estejam regularmente matriculados em cursos de doutorado realizam parte do curso em instituição de ensino superior no exterior e depois voltam ao Brasil para concluir o curso e defender sua tese.
Para realizar a inscrição, que vai até 15 de julho, os candidatos devem preencher formulário disponível do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (Sigaa) e anexar os documentos solicitados no edital do processo seletivo. 
A seleção consistirá de várias etapas, dentre elas a verificação dos documentos, a análise de mérito técnico-científico e a análise do plano de atividades e do perfil científico dos candidatos.

Oito municípios fecham acordo com Ministério Público para realização de concurso público

QUARTA-FEIRA
12 JUNHO
Tem gente que só vai acreditar, vendo. Acha que os prefeitos vão dar nó em pingo d´água para não realizar os concursos. Afinal, ano que vem tem eleições e é muito mais cômodo manter os contratos temporários como cabrestos eleitorais. Elege quem eles quiserem, afinal estão com as canetas cheias de tinta$. 
Todos devem ficar de olho: Justiça, Ministério Público e a sociedade, para cobrar o cumprimento da medida. 
A notícia abaixo foi dada com exclusividade pelo Blog Diário do Agreste. Confira: 

Em reunião na manhã desta quarta-feira (12), na sede da Promotoria Pública de Monte Alegre/RN, oito municípios do Agreste firmaram acordo para a realização de concurso público em conjunto, para ser realizado na mesma data e horário, no segundo semestre de 2019.
Os municípios que realizarão o concurso serão: Monte Alegre, Brejinho, Lagoa Salgada, Vera Cruz, Canguaretama, Vila Flor, Baia Formosa e São José de Mipibu, além da Câmara Municipal de Monte Alegre que também fará o concurso no mesmo dia. O concurso será realizada pela Fucern, fundação ligada ao IFRN.


Comperve abre inscrições para exame de proficiência em língua estrangeira

TERÇA-FEIRA
10 JUNHO
O Núcleo Permanente de Concursos (Comperve) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) disponibilizou nesta segunda-feira, 10, o formulário de inscrição online para exame de proficiência em língua estrangeira.  Para ter acesso, basta entrar neste link.
A prova se destina a pessoas que pretendem ingressar ou alunos que já ingressaram em cursos de pós-graduação da UFRN e de qualquer outra universidade e aos alunos-convênio (estrangeiros que estudam no Brasil). Os horários das provas variam de acordo com o idioma escolhido.
As inscrições custam 50 reais e vão até o dia 24 de junho. Para mais informações sobre o exame, acesse o edital. (Fonte: Assessoria UFRN)

Em nota Governo do Estado afirma que manterá atividades do Hospital Ruy Pereira

TERÇA-FEIRA
10 JUNHO
O Governo do Estado reuniu nesta segunda-feira, 10, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, o secretário adjunto de Saúde, Petrônio Spinelli e técnicos da pasta, e tomou a decisão de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira.
Ficou definido que será renovado o contrato de aluguel pelo período que for necessário e serão realizados novos laudos de avaliação das condições estruturais para o funcionamento no prédio onde está instalada a unidade de saúde.
Também ficou definido que as medidas a serem tomadas serão discutidas previamente com a sociedade e com órgãos de fiscalização e controle.
O objetivo do Governo do Estado é, além de manter as atividades do Hospital Ruy Pereira, melhorar e ampliar os serviços prestados com ganho de qualidade e quantidade.
O governo havia anunciado o fechamento da unidade, mas diante da repercussão negativa nas redes sociais, voltou atrás. 

OAB recomenda o afastamento de Moro e Dallagnol

TERÇA-FEIRA
10 JUNHO
Reunidos na tarde de segunda-feira, 10, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o colegiado de presidentes de seccionais da entidade decidiram, por unanimidade, recomendar o afastamento do ministro da Justiça, Sérgio Moro, e procuradores do cargo, "especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita".
A decisão foi tomada um dia depois da divulgação de trocas de mensagens entre Moro, então juiz federal, com o coordenador da força-tarefa, Deltan Dallagnol, por meio do aplicativo Telegram. Segundo o site The Intercept Brasil, que divulgou as mensagens, uma fonte anônima repassou um conjunto de conversas mantidas entre eles. Foram publicados também diálogos entre os procuradores. O Intercept publica trechos em que Moro teria passado a Dellagnol o contato de possíveis testemunhas, sugerido a torca de ordem nas operações que ainda seriam realizadas e até mesmo perguntado se a Lava-Jato não estava demorando muito para fazer uma nova operação. 
Entidades que representam os procuradores da República e os juízes federais emitiram notas com posicionamentos contrários, em apoio a Sérgio Moro e à Lava-Jato. Manifestaram-se nesse sentido a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).
Confira abaixo a íntegra da nota divulgada pela Ordem dos Advogados do Brasil:
"O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Colégio de Presidentes de Seccionais, por deliberação unânime, manifestam perplexidade e preocupação com os fatos recentemente noticiados pela mídia, envolvendo procuradores da república e um ex-magistrado, tanto pelo fato de autoridades públicas supostamente terem sido “hackeadas”, com grave risco à segurança institucional, quanto pelo conteúdo das conversas veiculadas, que ameaçam caros alicerces do Estado Democrático de Direito.
É preciso, antes de tudo, prudência. A íntegra dos documentos deve ser analisada para que, somente após o devido processo legal – com todo o plexo de direitos fundamentais que lhe é inerente –, seja formado juízo definitivo de valor.
Não se pode desconsiderar, contudo, a gravidade dos fatos, o que demanda investigação plena, imparcial e isenta, na medida em que estes envolvem membros do Ministério Público Federal, ex-membro do Poder Judiciário e a possível relação de promiscuidade na condução de ações penais no âmbito da operação lava-jato. Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita.
A independência e imparcialidade do Poder Judiciário sempre foram valores defendidos e perseguidos por esta instituição, que, de igual modo, zela pela liberdade de imprensa e sua prerrogativa Constitucional de sigilo da fonte, tudo como forma de garantir a solidez dos pilares democráticos da República.
A Ordem dos Advogados do Brasil, que tem em seu histórico a defesa da Constituição, da ordem jurídica do Estado Democrático e do regular funcionamento das instituições, não se furtará em tomar todas as medidas cabíveis para o regular esclarecimento dos fatos, especialmente junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), Procuradoria-Geral da República (PGR), Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reafirmando, por fim, sua confiança nas instituições públicas." Fonte-Correio web

Gilmar Mendes libera pedido de liberdade de Lula para julgamento

TERÇA-FEIRA
10 JUNHO
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta segunda-feira (10) para julgamento pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que questiona a atuação de Sérgio Moro como juiz da Lava Jato. A expectativa é de que o habeas corpus seja analisado nesta terça-feira (11) ou no próximo dia 25 de junho pela Segunda Turma.
Condenado em janeiro do ano passado em um processo da Lava Jato, Lula está preso desde abril de 2018 na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).
No caso, Gilmar Mendes pediu vista (mais tempo para analisar o caso), depois que os ministros Luiz Edson Fachin e Cármen Lúcia votaram contra a liberdade de Lula por conta de Moro, que havia acabado de virar ministro da Justiça do governo Bolsonaro.
A divulgação de conversas de Moro pelo site "Intercept", nas quais ele supostamente orienta investigações da Lava Jato, pesou para que o processo fosse liberado neste momento, segundo interlocutores do STF.
Um outro pedido de liberdade de Lula, que questiona a atuação do relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Felix Fischer, em relação ao processo do triplex do Guarujá, também entrou na pauta de julgamentos do Supremo desta terça (11). Esse processo começou a ser julgado no plenário virtual, mas o ministro Gilmar Mendes pediu julgamento no plenário presencial.
No ano passado, o ministro Felix Fischer rejeitou absolver o ex-presidente em decisão individual. A defesa de Lula, então, recorreu por entender que o ministro não deveria ter decidido sobre o caso sozinho, mas, sim, deixado a decisão para a Quinta Turma do STJ. Depois, a turma acabou julgando o caso e reduziu a pena de Lula de 12 anos e um mês para oito anos e 10 meses de prisão. (Fonte: G1.com). 

Site publica conversas privadas de Moro, Dallagnol e procuradores da Lava Jato

DOMINGO
9 JUNHO
O site The Intercept Brasil publicou na noite deste domingo, 9, matérias com o conteúdo de chats privados de integrantes da força-tarefa da Lava Jato e diálogos do então juiz Sergio Moro com Deltan Dallagnol.
A publicação divulgou trocas de mensagens de Dallagnol com procuradores num grupo de bate-papo, dias antes de apresentar a denúncia contra Lula no caso do triplex. O coordenador da Lava Jato mostrava preocupação com fundamentação da acusação e posterior a repercussão do caso.
Os desdobramentos podem confirmar que os juízes não agiram tão republicanamente como se espera de representantes da alta magistratura brasileira, culminando com a ascensão de Moro ao cargo de Ministro do presidente Bolsonaro. 

Governo do RN anuncia calendário de pagamento da folha de junho

SÁBADO
8 JUNHO
O pagamento do mês de junho dos servidores públicos do Estado será feito nos dias 17 e 28, mantendo o compromisso do Governo do RN de pagar o salário dentro do mês trabalhado. Conforme ficou decidido na reunião com o Fórum de Servidores, será feito o pagamento integral do salário a quem ganha até R$ 4 mil e 30% do salário de quem recebe acima desse valor.
“Mas até segunda-feira a gente pode subir esse limite até R$ 5 mil dependendo dos recursos que vão entrar até lá”, explicou o secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves. Dia 28 será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 4 mil e os servidores dos órgãos que têm arrecadação própria e da Educação.
Essas datas e valores foram fruto do acordo entre o Governo do Estado e as entidades representativas dos servidores durante reunião realizada no Gabinete Civil com os secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil), Aldemir Freire (Planejamento), Carlos Eduardo Xavier (Tributação) e o subsecretário de Recursos Humanos, Ediran Teixeira.
No final de junho também será pago o restante do décimo terceiro salário de 2017. No dia 31 de maio foi quitado o décimo terceiro de 2017 aos servidores estaduais que tinham até R$ 12 mil líquido a receber, atendendo a 6.378 beneficiários (85,3% do total), no valor de R$ 15,6 milhões. No dia 28 deste mês será a vez dos servidores que têm a receber acima de R$ 12 mil líquido, atendendo a 1.096 beneficiários (14,3%), num desembolso de R$ 14,61 milhões.
Todos esses servidores são aposentados e pensionistas e já tinham recebido uma parcela de R$ 5 mil. Isso porque ano passado o Governo do Estado iniciou o pagamento escalonado do décimo terceiro de 2017, mas não concluiu a folha, deixando pendentes R$ 30,23 milhões. (Fonte: Governo do RN). 

Professores da UFRN aprovam paralisação para o próximo dia 14

QUARTA-FEIRA
5 JUNHO
Os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vão realizar paralisação das atividades no próximo dia 14 de junho. A decisão aconteceu em plebiscito encerrado nesta quarta-feira, 5, através de sistema eletrônico. Foram 507 (78,8%) votos a favor e 136 (21,2%) contra a suspensão das atividades.
Com a aprovação, os docentes da universidade vão aderir ao movimento nacional de “Greve Geral” agendada para o dia 14 de junho. A ação foi organizada por entidades sindicais. A data marca um período de mobilizações e protestos contra os recentes contingenciamentos dos recursos para a instituição de ensino.
“A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”, avalia Wellington Duarte, presidente da Associação dos Docentes da UFRN (Adurn).
O dirigente falou da representatividade e da legitimidade do processo de consulta, que permitiu o posicionamento de um número expressivo dos docentes. “O resultado do plebiscito é, antes de tudo, a consolidação de uma forma democrática de consultar os professores e de reforçar o papel das assembleias na medida em que ela inicia o debate, cabendo à Direção do Sindicato dialogar com toda a categoria”, afirmou. (Fonte: ADURN). 

Policiais e bombeiros vão parar a partir de 17 de junho

SÁBADO
1 JUNHO
Os policiais e bombeiros militares de Natal, praças e oficiais, deliberaram por unanimidade, em Assembleia Geral Unificada na sexta-feira (31), a interrupção das atividades a partir do dia 17 de junho. A reivindicação principal é a atualização salarial e os pagamentos das folhas salariais em atraso.
Segundo o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), o déficit salarial dos militares atualmente chega a 60,49%. Ele explica que a categoria não recebe ao menos a reposição inflacionária há cinco anos.
Além disto, os militares do RN possuem o pior salário inicial da Federação na carreira policial, e uma diferença extrema entre as demais forças de segurança. “Os índices de violência têm diminuído em todo o RN, vemos isto sendo noticiado pelos institutos de pesquisa, jornais e até mesmo pelo próprio Governo. Este resultado se dá graças ao sacrifício e abnegação dos militares estaduais, que merecem uma contrapartida do Governo pelo seu bom trabalho”, argumenta o subtenente Eliabe.
A decisão acompanhou o que foi aprovado em Assembleias realizadas no interior do estado, com militares estaduais das regiões de Nova Cruz, Currais Novos, Caicó, Pau dos Ferros, Mossoró e Santa Cruz – que também estiveram presentes na Assembleia desta sexta-feira. Além disso, foram confirmadas as pautas de reivindicação: pagamento das folhas em atraso; pagamento das promoções já efetivadas (abril, agosto e dezembro de 2018); efetivação das promoções referente a 21 de abril; e atualização dos níveis remuneratórios. (Fonte: ASSPMBMRN)