MENU

Paralisação suspensa: ônibus vão circular normalmente na segunda-feira

SÁBADO
17 FEVEREIRO
O Sindicato dos Trabalhadores no sistema rodoviário, o Sintro informa que a paralisação prevista para esta segunda-feira (19) foi suspensa. A paralisação era por conta da Reforma da Previdência, que começaria a ser votada na segunda. Com a intervenção militar federal no Rio de Janeiro, todas as Propostas de Emenda à Constituição-PEC, incluindo a da Previdência, estão suspensas. Não havia, portanto, motivo para a paralisação anunciada anteriormente. 
Com isso, toda a frota de ônibus de Natal circulará normalmente.

Drama sem fim: chuvas deixam moradores ilhados em São José



SÁBADO
17 FEVEREIRO
Para muitos, as chuvas que vem caindo incessantemente, nos últimos dias, são sinônimo de alegria, fartura na lavoura e criação de gado e recuperação dos mananciais de água de beber.
Mas em São José de Mipibu estas mesmas chuvas tem sido motivo de preocupação, sofrimento e desespero para muitas famílias.
Imagine você ter a frente da casa e toda a extensão da rua cobertas de água, sem poder sair de casa e tendo a água invadindo os cômodos de sua moradia. É isso que vem sofrendo os moradores de uma localidade conhecida como "buraco de Arlindo". As águas cobrem tudo. 
O drama se repete ano a ano, inverno ou verão, sempre que chove.
Na sexta-feira, o governador Robinson Faria, o vice Fábio Dantas, que tem base eleitoral na cidade e o prefeito Arlindo Dantas passaram bem perto e sequer se dignaram a dar uma resposta, um alento aos moradores sobre a resolução do problema.
Os políticos de São José - vice-governador, prefeito e a deputada estadual Cristiane Dantas, esposa do vice-governador - estão no ápice do poder, caneta cheia de tinta. Se quisessem, teriam tudo para resolver o drama daquelas famílias.
O prefeito já administra a cidade por vários mandatos e nada de apresentar uma solução para o drama.
A cada neblina, chuva forte, o coração dos moradores bate mais forte, sempre a espera do sofrimento vivido há décadas.
Mas em período eleitoral esta galera aparece, tapinhas nas costas, sorriso farto, promessas e justificativas vãs.
E os moradores continuarão a engordar o capital eleitoral e outras coisitas mais desta galera.
E tome chuva.      

Se Robinson Faria não resolver Piso, professores podem entrar em greve

SEXTA-FEIRA
16 FEVEREIRO
Um absurdo - mais um - do governo Robinson Faria.
Desde dezembro o governo federal estabeleceu o novo Piso Salarial dos Professores, com um reajuste de 6,81%. É factível que o mesmo governo já esteja repassando a Estados e municípios os valores correspondentes ao FUNDEB para pagamento do referido Piso, desde o primeiro decênio de janeiro deste ano. 
Janeiro acabou, fevereiro está acabando e nada de o governador Robinson Faria se dignar a pagar o Piso aos professores, como determina Lei federal. 
Sabe-se que precisa de uma Lei estadual, todo ano, para se efetuar, no mês seguinte, o pagamento do Piso. O governador envia o projeto de Lei para a Assembleia Legislativa, lá os deputados aprovam e, pronto, no mês seguinte efetua-se o pagamento. Não deveria ser assim, se já existe uma Lei Federal para isso. Uma Lei municipal não deve se sobrepor ou dizer a mesma coisa que uma Lei Federal já diz.
Mas até agora nada. 
Por conta disso, os professores avisam que podem entrar em greve e o ano letivo nem começar, prejudicando milhares de estudantes. Que não culpem os educadores. As aulas na rede estadual de ensino estão previstas para começarem na segunda-feira, 19. Nesta data, os educadores farão uma Assembleia Geral para deliberar encaminhamentos. 
Este é um governo tão malvado que, tendo passado a vida toda dizendo que não tinha dinheiro para pagar aos policiais - diárias operacionais, salários, promoções, viaturas, condições de trabalho - só foi a categoria dos militares avisar que fariam uma greve - de novo - durante o carnaval, que Robinson rapidamente pagou tudo direitinho. As diárias operacionais foram pagas adiantadamente, provando que não era verdade o que o governador dizia sobre falta de dinheiro.
O que ele faz com os professores estaduais é uma baita sacanagem. O dinheiro existe, não é do governo do Estado, são repasses federais. O que ele está esperando para honrar o pagamento do Piso????
Vamos ver qual será a reação do governador Robinson Faria quando estourar a greve dos professores, por absoluta culpa dele.
ATUALIZANDO 
A secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa, afirma que pediu um "estudo de impacto à Secretaria de Administração, do ponto de vista da Lei de Responsabilidade Fiscal" e que, só depois de receber o resultado deste estudo, anunciará alguma coisa.  
Ou seja, quando sairá o resultado deste estudo, num Estado devagar, quase parando, só Deus sabe.

Rodoviários entram em greve na segunda-feira contra Reforma da Previdência

SEXTA-FEIRA
16 FEVEREIRO
O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN) decidiu decretar greve a partir da segunda-feira, 19 de fevereiro, contra a votação da Reforma da Previdência pelo Congresso Nacional.
“Já havia um acordo desde o ano passado de que se essa tentativa de reforma prosseguisse estraríamos em greve. Segunda é o dia em que o processo de votação começa, e então os rodoviários de todo o Brasil vão parar na segunda”, declarou Harley Davidson, diretor do Sintro, destacando a abrangência nacional do movimento.
A frota emergencial de 30% vai continuar em circulação nas ruas, conforme manda a lei.
Davidson justificou a greve criticando a reforma. “Estamos nesse protesto porque essa reforma afeta diretamente os trabalhadores. Se passar no Congresso Nacional não sabemos quando vamos nos aposentar, e depois de uma certa idade fica difícil para um rodoviário continuar trabalhando”, pontuou.
Enquadrados na categoria de funcionários da iniciativa privada, os rodoviários, caso a reforma seja aprovada, poderão se aposentar aos 58 anos, em 2031. 
Pela regra de transição, poderão se aposentar por tempo de contribuição, pagando o pedágio de 30% sobre o tempo que falta para os 35 anos exigidos. Assim, poderiam se aposentar daqui a 13 anos (os 10 que faltam, mais o pedágio de 3). Fonte: SINTRO

Vice-prefeito rompe com prefeito de Macau, Túlio Lemos

QUINTA-FEIRA
15 FEVEREIRO
O vice-prefeito de Macau, Rodrigo Aladim (PSDB) aproveitou a abertura dos trabalhos legislativos na Câmara Municipal para pedir para dar uma palavrinha. Ele anunciou o rompimento com com o prefeito, jornalista Túlio Lemos (PSD).
Também romperam com o prefeito os vereadores Marcos Cabral e Carlinhos do Valadão (PRB).
Na justificativa, Rodrigo Aladim disse que Túlio Lemos "encheu a prefeitura de familiares para mandar nos rumos de Macau e isso eu não concordo porque não foi isso que planejamos na campanha eleitoral"

MPF recorre de decisão que concedeu prisão domiciliar a Henrique Alves

QUINTA-FEIRA
15 FEVEREIRO
O Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão da Justiça Federal no Rio Grande do Norte que concedeu prisão domiciliar ao ex-ministro e ex-presidente da Câmara, Henrique Eduardo Lyra Alves, dentro do processo relacionado à Operação Manus, na qual ele responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O político, no entanto, ainda continua preso na Academia de Polícia Militar, em Natal, por conta do mandado referente à Operação Sepsis, cujo processo tramita na Justiça Federal em Brasília.
Em seu recurso, o MPF alerta que a concessão da prisão domiciliar para Henrique Alves não se enquadra em nenhuma das hipóteses previstas no Código de Processo Penal e traz riscos à aplicação da lei, em decorrência da influência política que ainda possui o ex-ministro. A peça acrescenta que a decisão tomada pelo juiz da 14ª Vara Federal, Francisco Eduardo Guimarães – durante audiência no último dia 6 de fevereiro -, baseou-se em fundamentos equivocados.
A defesa solicitou a concessão de prisão domiciliar alegando que “as testemunhas de acusação ouvidas ‘inocentariam’ ou provariam a ‘inocência’ de Henrique Alves”, Para o MPF, este é um grande equívoco, sobretudo porque “não cabe a testemunhas, sejam de acusação, sejam de defesa, realizar juízo sobre a responsabilidade criminal ou a inocência de réus”.
Foram levantadas, durante as investigações, inúmeras outras provas, como dados sigilosos de natureza bancária e telefônica, além de documentos: “(…) a maior parte dos fatos narrados na denúncia trata do repasse de vantagens indevidas mediante doações eleitorais oficiais da OAS, cujas provas essencialmente são documentais e decorrentes de quebra de sigilo de dados telefônicos e bancários, não se baseando em testemunhas”.
Presente às audiências
O Código de Processo Penal detalha as hipóteses que permitem a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar (ser maior de 80 anos ou estar extremamente debilitado por motivo de doença grave são algumas delas), porém em nenhuma se enquadra Henrique Alves. O juiz declarou, em sua decisão, que ele “(…) se encontra acometido de males que estão a exigir atenção médica constante, sendo submetido a exames médicos (…)”.
O MPF ressalta, contudo, que a defesa já obteve um acompanhamento semanal de psiquiatra e psicólogo, custeado pela família, e a única requisição de exames até então feita pelo médico do ex-ministro foi a coleta de sangue para análise laboratorial.
No ponto de vista do Ministério Público, a depressão da qual o réu alega sofrer – problema comum a presos em geral – não se caracteriza como uma “doença grave”, nem ele se encontra “extremamente debilitado”, tendo inclusive acompanhado normalmente as audiências de instrução. Somado a isso, a avaliação médica requisitada pela própria Justiça ainda nem foi realizada, não havendo laudo que respalde a concessão de prisão domiciliar
Influência 
Durante a Operação Manus foi constatado que Henrique Alves, mesmo sem qualquer cargo público, continuava a exercer papel decisório junto ao Governo Federal, com nomeações e pedidos em geral. Já na Operação Lavat, desdobramento da Manus, interceptações telefônicas apontaram que, já preso, ele continuava acompanhando e orientando a atuação de parentes em busca do apoio de nomes como o do ex-presidente José Sarney, que poderiam vir a influenciar politicamente na revogação de sua prisão preventiva.
“Em casa, com acesso a diversos meios de comunicação e a novas tecnologias, não haverá como ter controle algum sobre a atuação articulada do preso sobre outros agentes públicos, outros acusados, testemunhas e auxiliares”, resume o Ministério Público Federal. O processo tramita na Justiça Federal sob o número 0805556-95.2017.4.05.8400. Caso o juiz não acate o posicionamento do MPF, o recurso deverá ser encaminhado para análise do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. (Fonte: Assessoria MPF). 
Rotina
Segundo os advogados de Henrique, ele tem levado uma vida espartana na prisão. Diferentemente do que foi divulgado, que ele estaria obtendo privilégios, Henrique passa dia e noite num quarto sem luxo algum.
“Cama de ferro, sem armário, colchão quente”, relata o advogado Esequias Pegado Cortez, que integra a equipe de defensores liderada pelo advogado Marcelo Leal em Brasília, responsável pela estratégia jurídica de Henrique. (Fonte: AgoraRN).

Chuvas melhoram níveis dos reservatórios, mas população deve continuar com uso consciente da água

QUINTA-FEIRA
15 FEVEREIRO
As recentes chuvas também trouxeram melhora de volume em alguns dos 47 reservatórios, com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves recebeu 2,7 milhões de metros cúbicos e 6cm de volume. A continuidade e intensificação das precipitações são esperadas para proporcionarem melhora as reservas hídricas estaduais que continuam baixas.
Outros reservatórios que apresentaram aumento no seu volume. O açude Mendubim, em Assú, teve uma elevação de 14cm no seu volume, já o reservatório de Passagem das Traíras, em São José do Seridó teve um aumento de 21cm no seu volume. Na região oeste o único manancial a apresentar mudança significativa foi o Açude Morcego que aumentou seu volume em 2cm.
O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, destaca que as melhoras nos volumes ainda são baixas e o uso consciente da água é essencial. “Esperamos que as chuvas continuem ocorrendo e se intensificando para que os volumes realmente possam aumentar e melhorar a situação das reservas hídricas do estado. É importante a população ter consciência sobre o uso sustentável da água, já que as reservas continuam baixas”, explicou.
As chuvas também ajudaram a aumentar os volumes dos rios que cortam o estado. A lagoa de Extremoz recebeu 5 cm de água, a lagoa do Jiqui, 34cm, e a lagoa do Bonfim também recebeu 4cm. (Fonte: IGARN)

Arquidiocese de Natal lança Campanha da Fraternidade com tema contra a violência

QUARTA-FEIRA
14 FEVEREIRO
A Arquidiocese de Natal apresentou nesta quarta-feira (14) no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal, a Campanha da Fraternidade 2018. Este ano, o tema escolhido foi: “Fraternidade e superação da violência”.
O arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha, e o coordenador arquidiocesano da Campanha da Fraternidade, Padre Robério Camilo da Silva, participaram de uma coletiva de imprensa às 15h30, na Arena do Morro. Na ocasião, foram apresentados também alguns projetos sociais desenvolvidos pela Igreja Católica em Mãe Luíza que contribuem para a superação da violência.
Campanha da Fraternidade
Criada em 1962, a Campanha da Fraternidade é apresentada todo ano na quarta-feira de cinzas, quando tem início a Quaresma – período de 40 dias no qual a Igreja Católica convida os fiéis a praticar a oração e o jejum até o domingo de Ramos, no dia 25 de março.

PRF registra 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais

QUARTA-FEIRA
14 FEVEREIRO
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 249 acidentes graves e 87 óbitos nas rodovias federais desde a última sexta-feira (9). 
No Rio Grande do Norte foi registrado 20 acidentes,28 feridos, e uma morte entre sexta-feira, 9, e terça-feira, 13. O balanço parcial da Operação Carnaval 2018 foi divulgado nesta quarta-feira (14) pelo órgão. 
Os números são menores que os do ano passado, quando foram registrados 309 acidentes graves e 131 óbitos até a terça-feira de Carnaval.
A operação segue até a meia-noite desta quarta-feira com o reforço de policiamento em trechos e horários críticos nas rodovias federais, aqueles que registram maior incidência de acidentes e de flagrantes de condutas irregulares. O balanço final da Operação Carnaval será divulgado nesta quinta-feira (15).
Até 0h desta terça-feira (13), as equipes da PRF fiscalizaram 144 mil veículos, com o objetivo de verificar as principais condutas irregulares – ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, mistura álcool e direção, e falta de equipamentos de segurança. Foram autuados 1.497 motoristas por embriaguez ao volante, número 22% menor do que no mesmo período do ano passado, quando foram flagrados 1.914 motoristas embriagados até a terça-feira de Carnaval.
“Outro comportamento perigoso para os que estão nas rodovias e que ainda persiste é a ultrapassagem irregular, quer seja em locais proibidos ou em situações que não há possibilidades de ultrapassagem segura”, informou a PRF, em nota. Até meia-noite de ontem foram registradas 8.109 autuações por ultrapassagens irregulares, número 17% menor do que ano passado, “mas que ainda mostra uma frequência muito grande de um comportamento que pode definir a ocorrência de um dos acidentes mais letais, que é a colisão frontal”.
A Operação Carnaval 2018 é mais uma etapa da Operação RodoVida, que começou no dia 22 de dezembro de 2017 e se encerrará no dia 18 de fevereiro. (Fonte: Agência Brasil). 

Beija Flor é a escola de samba campeã no Rio de Janeiro

QUARTA-FEIRA
14 FEVEREIRO
A escola de samba Beija-Flor de Nilópolis é a grande campeã do Grupo Especial do carnaval 2018 do Rio de Janeiro. Completando 70 anos neste 2018, a Beija-Flor, que a cada ano se supera nos quesitos luxo e imponência, fez um desfile atípico. 
Crítica das mazelas brasileiras, a apresentação em alguns momentos remeteu o público que acompanha carnaval ao histórico Ratos e urubus, larguem minha fantasia (1989), do carnavalesco Joãosinho Trinta (1933-2011) – este tratava de luxo, lixo, pobreza e festa e até hoje é um dos mais lembrados da história do sambódromo.
A escola fez um paralelo entre o Frankenstein, de Mary Shelley, personagem que está completando 200 anos, e os “monstros nacionais”: a corrupção, as agressões à natureza, o uso indevido de impostos, as disparidades sociais. A teatralização excessiva cansou. O carro da favela tinha traficantes “armados”, briga de casal e até uma mãe velando um filho policial morto. A chamada “farra dos guardanapos”, episódio do esquema criminoso do ex-governador do Rio Sérgio Cabral  (MDB), foi encenada.
Componentes  vestidos de pastores evangélicos,  católicos e muçulmanos se juntaram contra a intolerância religiosa. Pabllo Vittar foi destaque no carro anti-LGBTfobia. 
No geral, a plateia comprou o discurso de indignação da escola de Nilópolis, na Baixada Fluminense, que encerrou sua passagem com a simulação de uma passeata popular, seguida pelo público saído de frisas e camarotes. (Fonte: Agência Estado). 

Adotado em três regiões do país, horário de verão termina no próximo domingo

QUARTA-FEIRA
14 FEVEREIRO
Brasileiros das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão atrasar seu relógio em uma hora, a partir da 0h do próximo domingo (18), quando encerra o período de horário de verão 2017/2018, que entrou em vigor desde 15 de outubro e que tem como finalidade reduzir o consumo de energia elétrica entre 18h e 21h.
Além do Distrito Federal, dez estados precisarão adaptar seus ponteiros: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo. A população do Norte e do Nordeste não é afetada porque os estados da região não são incluídos no horário de verão.
Segundo balanço do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em 2013 o Brasil, com essa providência, economizou R$ 405 milhões, ou 2.565 megawatts (MW). No ano seguinte, essa economia baixou para R$ 278 milhões (2.035 MW) e, em 2015 caiu ainda mais, para R$ 162 milhões. Em 2016, o valor sofreu nova queda, para R$147,5 milhões.
Essa menor influência observada pode ser explicada pelo fato de parcelas significativas das zonas sujeitas à medida têm intensificado o uso de equipamentos como o ar condicionado, como forma de aplacar o calor, elevando a demanda pela energia elétrica. Ainda que já dispensem as lâmpadas incandescentes, substituindo-as por modelos mais econômicos.
No final do ano passado, o governo federal sinalizou para a possibilidade de abolir o horário de verão, por não haver consenso quanto à relação com a economia de energia elétrica. Apesar disso, acabou apenas abreviando o período 2018/2019 em duas semanas, a pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para facilitar a apuração dos votos das eleições. Com isso, o horário de verão de 2018 passará a ser adotado no primeiro domingo de novembro.
“A avaliação dos atuais impactos na redução do consumo e da demanda de energia elétrica, contida nos estudos realizados neste ano de 2017 pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) em conjunto com o Ministério de Minas e Energia (MME), mostra que a adoção do horário de verão traz atualmente resultados próximos da neutralidade para o sistema elétrico”, escreveu o ministério em nota, em outubro do ano passado. (Fonte: Agência Brasil). 

Recesso de carnaval

SEXTA-FEIRA
9 FEVEREIRO
Meus amigos (as), o carnaval é uma das festas mais gostosas do mundo.
Vamos brincar, se divertir, se alegrar e festejar a vida.
Este blog dá uma pausa para a folia.
Na quarta-feira de cinzas a gente volta.
Que Deus nos proteja e guarde.
Ótima folia para todos. 

Governo do Estado prorroga concurso para professores

SEXTA-FEIRA
9 FEVEREIRO
A Secretaria de Educação e Cultura do RN, através de decreto do Governador Robinson Faria, prorrogou por dois anos o concurso referente ao edital 001/2015, que oferta vagas para os cargos de professor e especialista em educação, realizado no ano de 2015. O decreto foi publicado na edição desta sexta-feira, 9, do Diário Oficial do Governo do Estado.
O concurso, que estava em vigor desde o dia 8 de março de 2016, quando seu resultado foi publicado também no Diário Oficial, era válido até o dia 8 de março de 2018.
Até outubro de 2017, a Secretaria já havia convocado 4.968 candidatos deste concurso. Só no ano passado, 1.498 professores foram convocados para atuar no ensino de diversas disciplinas nas escolas da Rede Estadual de Educação. Já em 2016 e 2015, foram convocados 1.982 e 1.488, respectivamente.
Os recursos para o pagamento dos candidatos, convocados e ainda não convocados, estão garantidos e são oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação –Fundeb.

Ministério amplia prazo para rádios AM migrarem para FM

SEXTA-FEIRA
9 FEVEREIRO
O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações esticou por 180 dias o prazo para que emissoras de rádios AM solicitem a mudança de faixa para FM. 
De acordo com dados do ministério, das 1.781 emissoras AM, 1.332 já pediram a alteração. Ou seja 449 ainda não solicitaram a mudança e poderão aproveitar o novo prazo. 
A medida permite a melhora da qualidade do sinal e a modernização do serviço, já que na FM as rádios podem ser sintonizadas em dispositivos móveis como celulares e tablets.

Secretaria de Educação capacita professores de escolas em tempo integral

QUINTA-FEIRA
8 FEVEREIRO
A Secretaria estadual de Educação promoveu esta semana capacitação dos professores das escolas que irão ofertar ensino em tempo integral no RN.
De cada região do Estado foram selecionadas escolas que servirão de laboratório para a experiência, que deve se estender, nos próximos anos, para outros estabelecimentos. Na foto a secretária Cláudia Santa Rosa fala aos professores no curso de Formação de Professores do Programa Tempo Integral das Escolas do RN, que aconteceu no Hotel Praia Mar, em Natal. (Foto: Márlio Forte).